SEIVA DE ALFAZEMA

SEIVA DE ALFAZEMA

Em 1930, os primos portugueses Antonio e Mario Santiago fundaram em Belém - no coração da Amazônia - a Phebo, com a visão de criar uma de perfumaria de altíssima qualidade, com fragrâncias marcantes e originais. O nome Phebo, o deus grego do Sol, foi escolhido para simbolizar o nascimento de uma nova era da perfumaria brasileira.

SEIVA DE ALFAZEMA

No ano seguinte foi desenvolvido o sabonete Odor de Rosas, o primeiro com padrão internacional de perfumação. Com formato oval, transparente e escuro, sua fragrância combinava essência de pau-rosa a mais de uma centena de outros ingredientes, como sândalo, cravo da Índia e canela de Madagascar, entre outras. Este ainda é o carro-chefe da empresa.

SEIVA DE ALFAZEMA

Em um passeio pelos Alpes Suíços, Mario Santiago ficou admirado com a beleza local e particularmente atraído pelo odor de uma florzinha roxa chamada Alfazema. Em 1946, a Phebo volta a inovar com o lançamento da Colônia Seiva de Alfazema.

FONTE: www.granado.com.br

                                                  Seiva de Alfazema Gold Lion Cannes Festival




Comentários