ALF O ETEIMOSO

ALF O ETEIMOSO

ALF, acrônimo da expressão inglesa Alien Life Form ("forma de vida alienígena"), foi uma popular série de televisão norte-americana. Foi exibida pela primeira vez em 22 de setembro de 1986, com direção de Peter Bonerz, e transmitida originalmente pela NBC entre 1986 e 1990. Foi inspirada e parodiava o filme E.T. the Extra-Terrestrial, de Steven Spielberg (1982). Foi lançada no Brasil pela Rede Globo com o nome ALF, o ETeimoso em 1987, e em Portugal pelo Canal 1 da RTP, com o nome ALF, Uma coisa do outro mundo.

ALF O ETEIMOSO

ALF, cujo nome real é Gordon Shumway, do planeta Melmac (Paul Fusco), segue um sinal de rádio amador para a Terra e acaba caindo na garagem da casa da família Tanner. Os Tanner são uma típica família de classe média em Riverside, Califórnia. A família consiste do assistente social Willie (Max Wright), sua esposa Kate (Anne Schedeen), sua filha adolescente Lynn (Andrea Elson), o filho mais novo Brian (Benji Gregory), e o gato Lucky.

ALF O ETEIMOSO

Sem saberem ao certo o que fazer, os Tanner levam ALF para casa e o escondem da Alien Task Force (um grupamento do exército que procura extraterrestres) e de seus vizinhos intrometidos Trevor e Raquel Ochmonek (John LaMotta e Liz Sheridan), até que ele possa reparar sua nave espacial. ALF geralmente fica escondido na cozinha. Ele torna-se um membro permanente da família, embora o choque cultural, a solidão e a saudade de casa frequentemente causem problemas aos Tanner.

ALF O ETEIMOSO

É revelado posteriormente que o planeta Melmac foi destruído por uma catástrofe envolvendo bombas nucleares (embora, nos primeiros episódios, ALF tenha dito que seu planeta explodiu por uma sobrecarga elétrica quando todos os habitantes ligaram o secador de cabelos simultaneamente). Ele não estava em seu planeta porque fazia parte da Guarda Orbital de Melmac. No quarto episódio da série, ALF tenta convencer o presidente americano a parar o programa nuclear do país por temer que a Terra tenha o mesmo destino de Melmac.

ALF O ETEIMOSO

Embora muito da ficção científica em ALF tenha sido encarada de forma humorística, há referências a tópicos reais da exploração espacial, como ele ter usado um sinal de rádio no início da história. No episódio "Weird Science", ALF constrói para Brian um modelo do Sistema Solar para seu projeto de ciências, mas há dois planetas depois de Plutão, chamados "Dave" e "Alvin", o que causa problemas a Brian na escola. Entretanto, após Willie dar um telefonema para uma organização de astronomia, ele explica a Brian que "Dave" pode ter sido o planetóide 2060 Chiron (descoberto em 1977 pelo astrônomo Charles T. Kowal).

ALF O ETEIMOSO

A série original teve 102 episódios, cada um com o nome de uma música referente ao tema abordado, onde ALF aprende sobre a cultura da Terra e faz novos amigos dentro e fora da família Tanner, incluindo Neal (Jim J. Bullock), o irmão de Willie; Dorothy (Anne Meara), a mãe de Kate, com quem tem uma relação de amor e ódio e a quem ele chama de "bruxa", enquanto ela ameaça entregá-lo aos militares; Whizzer (Paul Dooley), o marido de Dorothy; Jake, o sobrinho dos vizinhos Ochmonek; Larry (Bill Daily), um psicólogo; e uma mulher cega chamada Jody (Andrea Covell) que nunca percebe que ALF é um alienígena, embora tenha percebido pelo toque que ele tem baixa estatura e é peludo.

ALF O ETEIMOSO

Várias mudanças ocorrem na família Tanner no decorrer da série, como o nascimento de um novo filho, a construção de um pequeno apartamento para ALF e a morte da gata Lucky, ao que ALF demonstra respeito apesar de sempre ter tentado pegar a gata para comê-la, pois no seu planeta natal gatos eram um prato comum.


                                          ABERTURA DA SERIE ALF - O ETEIMOSO

                                                                 Alf, o ETeimoso - Abertura

> >

Comentários