DONKEY KONG

DONKEY KONG

Donkey Kong é um jogo de arcade desenvolvido pela Nintendo, lançado em 1981. É um primeiro exemplo do gênero plataforma, uma vez que a jogabilidade foca na movimentação do personagem principal por uma série de plataformas enquanto desviando de obstáculos. O enredo é escasso mas bem desenvolvido para sua época. Nele, Jumpman (agora conhecido como Mario) deve resgatar uma donzela em apuros, Lady (agora conhecida como Pauline), de um macaco gigante chamado Donkey Kong.
DONKEY KONG
O herói e o macaco mais tarde se tornaram dois dos personagens mais populares da Nintendo. O jogo era o último em uma série de esforços da Nintendo para entrar no mercado norte-americano de jogos. Hiroshi Yamauchi, o presidente da Nintendo na época, delegou o projeto a um designer de jogos de primeira viagem chamado Shigeru Miyamoto. Tomando uma vasta abrangência de inspirações, incluindo Popeye e King Kong, Miyamoto desenvolveu o cenário e desenhou o jogo ao lado do engenheiro-chefe da Nintendo, Gunpei Yokoi. Os dois abriram novos caminhos ao utilizarem gráficos como um meio de caracterização, incluindo animações para avançar o enredo do jogo, e integrando múltiplos níveis à jogabilidade.
DONKEY KONG
Apesar de temores iniciais por parte da equipe estadunidense da Nintendo, Donkey Kong provou ser um sucesso na América do Norte e Japão. Nintendo licenciou o jogo à Coleco, que desenvolveu versão para consoles em diversas plataformas. Outras companhias clonaram o sucesso da Nintendo e evitaram royalties. Os personagens de Miyamoto apareceram em caixas de cereais, desenhos animados, e dezenas de outros lugares. Um processo judicial promovido pela Universal City Studios, alegando que Donkey Kong havia violado direitos autorais de King Kong, por fim saiu derrotado. O sucesso de Donkey Kong e a vitória da Nintendo nos tribunais ajudou a posicionar a empresa para dominar o mercado dos jogos eletrônicos nos anos 1980 e começo dos anos 1990.








Comentários